28 abril 2007

Orando por não cristãos

Pouco se ouve nas intercessões dos cristãos a oração por não crentes. Às vezes, ela ocorre de forma generalizada, ou senão por alguma necessidade de saúde, ou problema familiar específico. Mas, raramente se ora para que Deus atue na causa dos problemas dos não crentes. Esta meditação tem a finalidade de refletir acerca de alguns motivos que devemos nos empenhar para interceder por aqueles que não são convertidos.

Devemos orar para que Deus freie os seus impulsos pecaminosos. Muito mais importante do que orar pela saúde física é rogar para que Deus cure a enfermidade espiritual. Aqueles que ainda não têm Jesus como o Senhor de suas vidas, que não experimentaram existencialmente um arrependimento verdadeiro, nem confiam em Cristo como o seu salvador pessoal, infelizmente permanecem escravos do pecado e inimigos de Deus (Ef 2:2-3). Eles não estão apenas espiritualmente doentes, mas mortos (Ef 2:1). O pecado gera muito problema, por isso, não resolve orar apenas pela conseqüência, se não atacarmos primeiramente a causa. A ação de Deus tem que ser primeiramente no coração, e não apenas nas necessidades do dia a dia.

É necessário orar para que o ímpio não nos prejudique. Existem pessoas que quando entram na nossa vida fazem um arrazo. Podem até mesmo nos deixar emocionalmente doentes! Por isso, a Escritura nos ordena que abençoemos aqueles que nos perseguem (Rm 12:14). Neste momento precisamos ser sinceros, e avaliar o nosso coração e perguntar-nos se não necessitamos orar por nós mesmos, para que depois sejamos capazes de orar pelos nossos opressores. Devemos amá-los, e embora seja possível que não sintamos afeto por eles, por causa da ofensa, é necessário, agir com amor, mesmo quando não sentimos o amor! A oração é um ato de amor. Há pessoas que se fazem insuportáveis, e conseguem atrair o ódio sobre si, por causa de atitudes perversas e insensatas. Mas, como servos de Cristo não podemos permitir que tais sentimentos nos dominem. Entretanto, isto somente é possível quando começamos a orar por aqueles que nos perseguem! É verdade que o nosso soberano Senhor coloca pessoas para nos oprimir com o propósito de experimentarmos quão consolador é o Seu amor em nós, e transformador na vida do ímpio.

Precisamos orar para que Deus tenha misericórdia deles. Eles não sabem orar por si mesmos! Necessitam de alguém que tenha intimidade com Deus, o faça. Você que experimenta a maravilhosa graça do Senhor deve suplicar para que Cristo possa extender a sua misericórdia sobre as suas vidas também. Geralmente quando algum ímpio nos faz mal, logo pensamos em pedir a justiça de Deus sobre a vida deles! O nosso redentor sendo crucificado, orou pelos seus executores (Lc 23:34).
Se Deus atender positivamente a nossa oração, então, eles poderão orar por si mesmos, e, também orar por nós!

Nenhum comentário: