25 novembro 2006

Planejando as férias

O que você vai fazer nas férias? Talvez você ache estranho esta pergunta tão adiantada! Mas, todo planejamento é bom para evitarmos de fazer um "programa de índio", ou seja, decisões tomadas de última hora. A possibilidade de dar certo e ser proveitosa uma férias não programada antecipadamente é mínima.

Comece conversando com a família e descubra onde será o melhor lugar para que todos possam desfrutar de um período de bom descanso. Veja o lugar, não somente por causa do lazer, mas também se encaixará dentro do teu bolso.

Planeje bem as suas finanças antes de sair de férias. O planejamento não é apenas para as férias, mas também, para depois delas. Ao chegar de férias, você terá contas mensais, como água, luz, telefone, supermercado, etc. Não faça dívidas que vá arroxar o orçamento da família boa parte do ano. Lembre-se que no primeiro semestre do ano que vem, você tem algumas datas e compromissos, quer sejam planejados, ou não, que virão. Temos que incluir datas comemorativas que você desejará participar que envolvem gastos, e outros custos que mesmo pequenos, mas que quando somados formam um montante que pode assustar! Não recorra ao dízimo para cobrir as suas dívidas. Não use em benefício próprio o que não te pertence!

Não se esqueça de levar um bom livro para ler durante as férias. Férias não deve ser visto como ociosidade, mas mudança de atividade. Procure aprender algo novo, fazer descobertas e ampliar o universo do saber, renovando não apenas as forças, mas o conhecimento para mais um ano de trabalho. O descanso faz parte do projeto de Deus para a nossa vida e família. Pausar o trabalho diário não é um privilégio de desocupados, mas um mandamento de Deus para o renovo das forças para se produzir mais qualitativamente. Mas, este descanso deve ser feito com sabedoria e prudência para que realmente possa contribuir para o nosso bem, sem prejudicar as nossas finanças.

Nenhum comentário: