05 setembro 2006

Limpando a nossa fonte

O Senhor Jesus nos revelou a origem de todos os nossos impulsos pecaminosos. Às vezes, fazemos coisas que depois nos perguntamos, com a consciência pesada de culpa, "porque fiz isto?". Algumas das nossas ações nos fazem muito infelizes. Jesus nos disse que: "porque do coração procedem maus desígnios, homícidios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias" (Mt 15:19). As pessoas não são más, ou têm atitudes maldosas, por causa da educação, da sociedade, ou por questões financeiras, mas por causa do mal que habita em cada um (Rm 7:7-25).

Segundo a Escritura Sagrada o coração é a fonte que controla toda a nossa personalidade. Tudo o que sou, ou faço depende do meu qualidade do meu coração. Não é uma menção ao orgão de carne que se encontra em nosso peito. A Bíblia usa esta figura de linguagem para se referir a algo que é oculto em nós. É uma realidade espiritual.

A humanidade tem conhecido os segredos da vida biológica, desde os microorganismos até a imensidão do universo, mas não é capaz de compreender como funciona o seu próprio comportamento! Cada um luta contra si mesmo, e o seu orgulho o torna infeliz e insatisfeito com a sua própria vida. Somos capazes de realizar grandes operações financeiras, entender a complexidade de um computador, gerenciar pessoas, mas corremos o risco de não saber o que fazer com os nossos sentimentos!

Entregue o teu coração ao Senhor Jesus. O reformador suiço João Calvino em seu brasão tem escrito: cor meum Domini offero prompte et sincere [o meu coração, a ti Senhor, ofereço pronto e sincero]. Esta é a disposição que o nosso Deus requer de cada um. Não confie em seu coração, se ele estiver vazio da Palavra de Deus (Jr 17:9), mas busque torná-lo cheio do amor de Deus (Rm 5:5). O Senhor Jesus disse: "porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração" (Mt 6:21).

Nenhum comentário: