20 julho 2006

Coisinhas por consertar

Não sei se você em sua casa tem “coisinhas por consertar”. Talvez, seja uma lâmpada para trocar, uma janela para lubrificar, uma fechadura para ajustar, uma fiação elétrica para emendar, uma goteira no telhado para estancar, uma torneira que num pára de gotejar, e a lista segue. Tudo tem o seu prazo de validade, mesmo que não venha expresso e logo, logo precisarão ser substituídas! Nesta quinta-feira separei alguns minutos para por em ordem estas incômodas “coisinhas por consertar”, e enquanto ia consertando a tomada do meu escritório (há seis meses estragada!) pensava como poderíamos evitar alguns problemas simplesmente consertando coisas pequenas.

O problema é quando temos “coisinhas por consertar” nos nossos relacionamentos! Às vezes, palavras mau faladas, e ressonantemente mau aceitas passam despercebidas depois de algumas horas da discussão. Mas, os estragos não percebidos permanecem por longo tempo, pelo fato de considerarmos uma “coisinha sem valor”, então, fica por consertar.

Certamente percebemos pequenas deficiências dentro do nosso lar que precisam ser conversadas, mas adiamos para outra ocasião, por não considerarmos tão urgente. Tem um ditado inglês que diz por causa de um prego perdeu-se uma ferradura; por causa da ferradura perdeu-se o cavalo; por causa do cavalo perdeu-se o cavaleiro; por causa dum cavaleiro perdeu-se a batalha; por causa duma batalha perdeu-se a guerra.

São coisinhas por fazer que podem trazer grandes estragos em nossa vida. Na parábola dos talentos a Escritura Sagrada nos diz que “muito bem, servo bom e fiel! Você foi fiel no pouco, eu o porei sobre o muito. Venha e participe da alegria do seu senhor” (Mt 25:21, NVI). Verdadeiros incêndios são iniciados por pequenas fagulhas com origem nos lugares menos esperados. Se formos cuidadosos em sermos fiéis nas pequenas coisas, conseqüentemente seremos muito felizes no resultado final.

Nenhum comentário: