30 dezembro 2010

Pastoral para 2011

Amados irmãos, em 2010 na avaliação final concluímos que tivemos um ano produtivo. Foi positivo apesar das dificuldades, perdas, e não cumprimento de algumas metas. Nem por isso vamos paralisar e lamentar o que não alcançamos, mas precisamos avaliar o que ainda precisa ser realizado, que não iniciamos, ou está inacabado e nos empenharmos firmemente com o compromisso de que tudo seja feito para a glória de Deus, e que sob a Sua aprovação poderemos cumprir os objetivos para 2011.

Para que tudo dê certo primeiramente precisamos da benção do nosso Senhor Jesus. Sem Ele nada poderemos fazer, sem que seja da Sua vontade nada se cumprirá e, sem que se tenha a intenção de promover o Seu nome pela proclamação do evangelho não teremos êxito em nossos projetos (Jo 15:5). Assim, em tudo o que fizermos não nos esqueçamos da oração, da direção do Espírito do Senhor, de avaliarmos as motivações e o objetivo, e ainda de suplicar a Sua aprovação.

Em segundo lugar, olhemos a igreja local como um todo. Não pensemos isoladamente, nem promovamos ações ou projetos excludentes. Lembre-se: você ou o grupo em que você participa faz parte de algo maior. Temos uma agenda de atividades para o ano, então, quando possível evitemos conflitos de atividades. Não cometamos o erro de promover uma igrejinha dentro da igreja. Somos um corpo que precisa crescer proporcionalmente “seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor” (Ef 4:15-16). Pensemos que em cada atitude como uma indispensável participação, fazendo-se presente, somando, contribuindo, sugerindo, avaliando, divulgando, construtivamente criticando, de modo que, todos sejam durante o processo e no final beneficiados. Informe-se quanto aos projetos que o Conselho aprovou para 2011, e veja como você se inclui neles.

Pr Ewerton B. Tokashiki

Um comentário:

TonMoura disse...

É, meu irmão e pastor. Como sempre, sábias suas palavras. Que Deus te abençoe nas orientações e na proteção para os planos de 2011 e que ao final do ano perceba-se que tudo foi, de um jeito ou de outro, proveitoso e merecido, tanto do ponto de vista de humano quanto pela misericórdia divina. Que você e a igreja recebam e absorvam a orientação, a serenidade e a autoridade divina pra combater neste bom combate sem que nada lhes seja negado pelo Espírito. E que sua família biológica se aperfeiçoe com saúde, segurança, união e alegria para que seu sorriso seja pleno e seu louvor alegre.
Um forte abraço!